Pós Woodgothic 2010 1º relato

Dennis 80´s Monteiro

Breve comentário sobre minhas experiências no wood


Mais um woodgothic... eu gostaria de comentar algumas coisas que ficaram marcadas em mim, grandes momentos como a madrugada em cima da gruta junto com Renato (segundo inverno), David (Vitrine), namorada do David e a Nanda de São José dos campos e claro o cão que nos acompanhou desde quando subimos no topo da gruta até a hora que fomos para o Thomé Café as 6 da manhã, ele foi fiel a nós
mesmo no frio... ótimas conversas nessa primeira noite em cima da gruta e no Thomé café, regado à pinga com mel. Não posso esquecer dos amigos que me ajudaram com as bagagens, Fabiano e Adriano (Última Dança), logo na chegada... depois resolvi não deixar mais minhas coisas em minha pousada, pois ela era muito distante... Obrigado Mortícia, Zauber e K por deixar alguns de meus “trecos” no quarto de vocês enquanto eu perambulava pela cidade, e obrigado por me receber em seu quarto só pra falar merda em algumas ocasiões. Adorei o penteado da Miuky, aliás as loucuras dela sempre me surpreendem...rsrsrs (mil coisas, babadíssmo!)... Obrigado as meninas da casa de pedra e o primo do Fabiano que também abrigaram alguns de meus pertences e uma mala cheia de cds que eu levei pra vender no evento (“a nossa onda de amor não há quem corte”)....
Conversas na escadaria da igreja no sábado a tarde com o pessoal de Brasília (adoro esses jovens transviados!) e por falar em Brasília... apertei a bunda do Luc (ex Luiza Fria), um grande cara, talentoso pacas! E eu espero o novo trabalho musical dele com muita ansiedade. Também adorei curtir com o Guiton, puxa esse cara gosta do som! Prestigia os artistas independentes de verdade... Eu, Gago (via underground), e Alfredo (Ecos D'alma) fomos ao cemitério (góticos true). Aliás a loucura do Gago é do tamanho de seu coração! E espero que ele não se jogue mais daquele jeito em cima de mim e do Zauber dentro do ônibus, pois ele quase nos quebrou... mas provavelmente ele nem se lembra disso. As conversas com Alfredo do Ecos d'alma foram ótimas e eu já disse a ele que adoro as coisas que ele escreve! Grande Alfredo! (eu queria ser você e você queria ser eu). A Carol Lohak trabalhou demais! (dona dos olhos mais lindos do woodgothic), tadinha dela... Pelo menos eu vi a Carol curtindo o show do Segundo Inverno! Obrigado!!! Sexta almocei com a Kethy, Talita e Eduardo... depois tomamos um choconhaque! Poxa! Esses três são demais, manjam muito de música... e são pessoas muito bacanas, a Kethy me entende! Como pode uma pessoa nesse mundo me entender!!! rsrsrs Eduardo e a Talita adoram o As cinzas do tempo, aliás talvez seja por apoio deles que esse projeto se mantém vivo até hoje... foi ótimo passar a tarde de sexta com eles! Depois disso um “bat-chamado”. Uma das coisas mais significativas do wood foi conhecer uns punks do recife, André e Adriano, e ganhar um presentão de um deles!!! Se não me engano o presente foi do Adriano. Ganhei um alfinete, desses de fralda, com um pedaço de couro preto na ponta... pois é... não tem nome de banda nem valor material algum, mas aquilo estava na jaqueta de um punk que estava viajando mais de 20 dias pegando carona e chegaram em São Thomé, para o Woodgothic!!! Porra!!! e pra quem ele foi dar aquilo... pra mim? Nem sou digno! Recebi aquele “regalo” com muita felicidade... existe uma linda historia por traz daquele alfinete, um pouco da alma daquele punk (Adriano) estava ali...Recebi e sem demora espetei ele em minha jaqueta... e lá ele vai permanecer, sempre. Até quando eu puder mantê-lo ali! Eles estão eternizados em minha mente e em minha Jaqueta de couro... através daquele alfinete. Eternizado também estarão os momento de conversas filosóficas e espiritualizadas com o Erik (Projeto Renfield), um cara de fala mansa, cheio de Luz e Paz de espírito... ele me disse “Quero fotografar as ruas de São Thomé com minha mente e meu coração”, pois é, eu também , assim como ele, não levei câmera, mas temos as fotos desses dias guardadas em nós, elas não vão pro orkut, mas pelo menos ninguém pode deletar os arquivos. Toquei com o Bells of soul... (meus irmãos de alma). Cantei com a Modus Operandi (meus irmãos de Gang Bang) hauahaauha... Obrigado por confiar em mim... fico muito orgulhoso em ver a Modus tocar uma musica da Days are Nights! A Ana Cranes e a Helô eu encontrava as vezes e dava um oi... queria ter conversado mais com essas moças mas a correria não deixou, lembro da Frase da Ana “Oque vocês fizeram com meu marido? Ele está pogando!!!” hahahaha. A Helô é demais! Sempre apoiando e prestando atenção nas bandas... valorizando o trabalho das pessoas!!! Israel do Vitrine foi com uma camiseta dos Smiths igual a minha! Hehehe e o Vitrine me deu um grande presente cantando 21!!! Alias, grande presente também foi ouvir o Silent Party tocando Joy Division, foi a hora em que chorei... ao lado do pessoal do Momentum Mortis, Mantovani, Rosiel, Hygor, etc, Aliás o choro do Hygor me marcou! Grande amigo Hygor, obrigado por sua admiração, não se surpreenda com a minha humildade, surpreendente seria se eu tivesse o coração soberbo, afinal de contas não há razão pra isso. Seu choro enquanto assinávamos o CD do Segundo Inverno é outra coisa que vai ficar guardado pra sempre no meu coração. A turma de Juiz de Fora estava lá claro, mais um ano... como sempre! Parabéns pela militância pessoal!!! Lindos seus quadros Carmina! Ah por falar em beleza, vira e mexe eu via as garotas do Scarlet Leaves rodando pela cidade... e eu dizia “Oi”, Grande Audret! Bem esperto ele! Rsrsrs. Outro que não pude conversar muito mas adorei ver foi o Brilhante Edgar Franco!!! (o KI mais alto do woodgothic) hehehehehe, Mas deu pra nos vermos e tirarmos algumas fotos... No fim de tudo eu corri da rodoviária até a pousada do Henrique e da Nanda... desculpe por acordá-los... O Henrique abriu a porta pra mim mesmo deitado em sua cama, eu entrei cutuquei a Nanda e disse “preciso da pedaleira de guitarra do Renato (segundo inverno), a Nanda sonolenta apontou para a estante, abri a gaveta e encontrei! Já estava sem esperanças hahahaha... Adoro vocês pessoal de São José dos Campos... Ahh... vale lembrar também que conheci a ladra de bottons, a Naty... a parte mais legal de conhece-la foi no finalzinho... pena que foi rápido dona Naty ladra de bottons! Mike, Rosangela e Marcel (Glassbox), estavam por lá também e se surpreenderam ao saber que tantas pessoas de outros estados conheciam o Glassbox, as coisas são difíceis mas elas acontecem, Mike, mais cedo ou mais tarde. Foi bom rever o César e a turma do Igreja do Sexo... o cara expôs seus quadrinhos também , alem de tocar com a banda.... é um grande artista! Por falar em rever... infelizmente o tempo foi pouco para estar com Airton, Daniel e Mazela, pois a Plastique chegou em cima da hora... Mas na volta no ônibus eu fui conversando muito com o Airton e o Daniel, aliás já programamos uma “Jam” em outubro ein! E o que dizer do grande Bacana!!! o esforço dele nesse woodgothic me surpreendeu, e só nós sabemos como foram as correrias de ultima hora... as sobras do bar ainda estão aqui em casa! Rsrs.Infelizmente não pude ficar o tempo que queria com Zaf e Karol (Escarlatina Obsessiva), nem tiramos uma foto, eu nem apareci nos almoços para os músicos devido a esbórnia rsrsrs, mas agradeço por tudo! E pelo convite feito ao Segundo Inverno depois que eu cancelei a ida da Days, ainda sim vocês deram espaço pro meu trabalho através de outra banda, valeu Escarlatina Obsessiva!
Não posso deixar de falar de meus amigos Renato e Coy... que formam comigo o Segundo Inverno, adoro tocar com esses caras, porque eles vivem o underground, amam música e plagiando Humberto Gessinger “Eles são legais, além do mais não querem nem saber!”. Claro não posso deixar de falar e agradecer a Luciana que cantou com o segundo inverno também!
Em resumo foi isso, “Lembrança de três noites frias”...
--
Dennis 80's
---
Obrigado a Todos por tudo...
 
(Tomei a liberdade de postar aqui por que achei muito boa a carta, pessoinha tão incrivel e tão boa que deixou grandes saudades. Espero encontrar vc em breve Dennis vc é um ser maravilhoso, obrigada pelo EP, pelo carinho, atenção, e pelos espetaculo e um dia continuamos nosso assunto...rssss)

@jogelingerie 😍😘 #lingerie #lingeriemodel #bookrosasp

Uma publicação compartilhada por Natalia Fênix (São Paulo) (@fenixnatalia) em