0

Laranja Mecânica



Sem inspiração para escrever embora o tema por sim só já desperte extremo interesse, passeando pela livraria Cultura resolvi adquirir mais um livro. Embora o fator espaço atualmente seja um problema pra mim, quem precisa de roupas, sapatos, ou produtos de higiene pessoal, quando se podem adquirir novos livros.
50 anos de Laranja Mecânica, numa edição de capa dura, com extras, extras que vão desde a história do autor, passando, por referencias literárias, edições anteriores no Brasil, e um, importante Glossário, finalizando, com páginas origina, que contam também com lustrações do autor. Isso é apenas um pouco do que vc vai encontrar, nessa toda especial edição, de 50 anos.

Como não podia deixar de ser eu claro tenho que falar aqui um pouco sobre o livro e também sua versão cinematográfica, que influencia a cultura Pop e Cult até hoje, logo vamos por partes. O livro, escrito em 1961 e lançado pela primeira vez em 1962 é de autoria do inglês John Anthony Burgess Wilson, sobre o titulo original A Clockwork Orange.
Dividido em três partes conta a história de Alex, um adolescente, fã de musica clássica, que ao lado de seus druguis (amigos), Pete, Georgie e Tosko, que tem esse nome por ser tosco, saem às ruas e cometem uma serie de crimes. Mais não se trata de pequenos roubos adolescentes, antes de saírem para as ruas Alex e seus companheiros segue um ritual de beber um pouco de Moloko, um leite com um singular coquetel de drogas. O grupo de amigos também se diferencia, por sua maneira de vestir, e seu próprio dialeto (nadsat), inventado por Burguês (autor), que é uma mistura de giras da classe operaria inglesa da época e algumas palavras em russo. Depois de trajados e bem servidos de Moloko os meninos seguem para suas rotinas noturnas de roubos e ultra violência, brutalidade e perversidade, alem de um humor sínico são alguns do principais elementos da obra. É logo no inicio tanto do livro quanto do filme que podemos videar, o perfil de “Vosso Humilde Narrador”, Alex não se trata de um jovem comum, mesmo sendo o mais jovem de sua pequena gangue é o líder e também idealizador de suas atividades noturnas. Roubos, estupros e violência gratuita embalam a noite desces adolescentes, os tornando uma ameaça noturna e alvo da policia.


Na segunda parte do livro, Alex acaba preso após ser traído por seus amigos, depois de cumprir certo tempo da pena, ele é submetido técnica Ludovico, um novo tipo de tratamento radical e bastante duvidoso implantado pelo estado. Essa é uma das partes mais interessantes do livro, pois colocam em discussão, mais algumas questões morais, que permanece atual apesar das décadas de distancia de sua primeira publicação até os dias de hoje. Dentre elas, qual seria a melhor maneira de lidar com nossa juventude, como controlar tais Vanda lós? A técnica radical tem como meta controlar os impulsos violentos do menino Alex tornando ele incapaz de praticar o mal e por tanto incapaz de escolher.

 
Já na terceira e ultima parte, Alex supostamente reabilitado volta à sociedade e encontra com seu passado, mais o desenrolar da história foge totalmente a finais previsíveis e moralistas que vemos hoje, com uma leitura vertiginosa e direta, é quase impossível parar de ler. Talvez por esse motivo tão atual em nossa época de alta velocidade, sua releitura cinematográfica mais popular data de 1971, por Staley Kubrick. O filme é um subproduto do livro, hoje obrigatório para os fãs de cinema a obra Cult, com seu cenário futurista e linguagem moderna, permanece atualíssima. A obra cinematográfica é bastante fiel ao livro, servindo hoje ainda de grande influência para cultura pop e alternativa, tanto em seus figurinos quanto linguajar. Laranja Mecânica é de leitura obrigatória, vale lembrar também que além dos extras já citados, o livro conta também com um trecho inédito da obra inacabada ‘A Condição Mecânica’ obra que seria uma critica a ética da lavagem cerebral e controle social.
Fica a dica pra quem ainda não conhece, e pra quem já conhece vale a pena a edição especial.




Mundo Obscuro Zine

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Visitou a página deixe seu comentário e aproveite pra seguir as novidades.