0

A aceitação na Sub Cultura

Para abordar temas aqui ligados a moda, a visão que a sociedade tem das culturas alternativas (dentre outras coisas) e antes de entrar em qualquer polemica, gostaria de falar diretamente a vc que se sentiu descriminado ou excluído por seu estilo dentro ou fora do seu meio.

Então vamos cutucar algumas feridas, antes de se sentir rejeitado ou “puto” por que alguém disse ou fez algo que te ofendeu, pense um pouco, suas atitudes, vou voltar minhas antenas para minhas próprias experiências, assim terceiros e quartos não tomaram dores.


Quando mais jovem fui um filhote do rock nacional 80’ e logo virei um filha do punk e pós punk, nessa trajetória  foi durante minha adolescência, por que eu não nasci gótica, eu tive SIM!!!  

Minha fase de preconceitos.

 Eu não suportava outras ‘tribos’ que tinha na minha cidade, tinham verdadeira aversão, isso se devia ao fato de tem diversos amigos, que foram agredidos, tanto verbalmente como fisicamente por membros de outras ‘tribos’. E não pense que meus amigos eram santos, éramos todos jovens que estávamos no encontrando, embora eu nunca tenha me metido em uma briga direta, volta e meia trocava farpas com alguém.
 NOS, ERRAMOS IGNORANTES, estávamos aprendendo, e ainda estamos, nos encontrando, fugido das pressões da família e escola correndo para os amigos, mais eu cresci, e meus amigos também e essa linha divisória foi perdendo a importância e a força.  

Agora crescemos todos e ai? Bem alguns se juntaram a outras tribos outros, outras religiões e outros continuam circulando entre aqueles amigos, no meu caso os velhos amigos, alguns amadureceram outros não, isso faz parte.

Ainda hoje, mesmo entre os mais adultos, ainda vejo as discussões sobre o que seria bem vindo ou não naquele meio, no nosso meio, ainda existe SIM uma avalanche de preconceitos estéticos, musicais, raciais e afins nos bastidores do alternativo.

Isso não se trata de uma critica direta e sim de uma análise, todo e qualquer movimento urbano, influencia é influenciado, logo, existem sim semelhanças que nos unem a outras tribos, e embora os adeptos da sub culturas insistam e ver os diferencias e pontos negativos.

Com maturidade e bom senso, vc se conforma que não somos tão diferentes assim, e aprendemos a tolerar, a lidar com as pessoas e acontecimentos a nossa volta de maneira mais sensata.

Então se por alguma razão vc achar que minha visão e comparações a respeitos de algum tema são liberais demais, apenas lamento se vc está fechado para um mundo de possibilidades que eu já me abri, e sim vc está perdendo muito queridinho.


Natalia Fênix 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Visitou a página deixe seu comentário e aproveite pra seguir as novidades.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...